00:13 17 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Confrontos nas zonas fronteiriças da Venezuela (51)
    2513
    Nos siga no

    O governo colombiano não reconhece a ruptura de relações diplomáticas declarada pelo presidente venezuelano Nicolás Maduro, disse neste sábado (23) o ministro das Relações Exteriores da Colômbia.

    "A Colômbia não reconhece a legitimidade do usurpador Maduro. Colômbia reconhece o presidente Juan Guaidó, a quem agradece o convite feito aos funcionários diplomáticos e consulares colombianos para permanecerem no território venezuelano", disse Carlos Holmes Trujillo. 

    Ainda assim, a chancelaria colombiana disse que vai retirar seu pessoal da Venezuela "o mais cedo possível" e que Maduro é responsável pela segurança dos diplomatas.

    O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, declarou-se presidente interino do país. Ele foi quase imediatamente reconhecido pelos Estados Unidos e alguns outros países.

    Rússia, China, México, entre outras nações, manifestaram apoio a Maduro, que, por sua vez, acusa Washington de orquestrar um golpe.

    Tema:
    Confrontos nas zonas fronteiriças da Venezuela (51)

    Mais:

    Venezuela: caminhões de ajuda humanitária são repelidos por gás lacrimogêneo
    Guaidó diz que ajuda humanitária cruzou a fronteira do Brasil com a Venezuela
    Caminhões de ajuda humanitária se dirigem à fronteira da Colômbia com Venezuela
    Caminhões com 8 toneladas de ajuda humanitária chegam na fronteira do Brasil e Venezuela
    Grupo de pessoas teria tentado furar o bloqueio na fronteira entre Colômbia e Venezuela
    Tags:
    Venezuela, Colômbia, Nicolás Maduro, Carlos Holmes Trujillo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar