23:56 25 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Paramédicos colombianos resgatam venezuelana ferida na Ponte Símon Bolívar, na fronteira entre Colômbia e Venezuela.

    Venezuelanos resgatam ajuda humanitária de caminhões em chamas

    © AP Photo / Fernando Vergara
    Américas
    URL curta
    Confrontos nas zonas fronteiriças da Venezuela (51)
    23185

    Os venezuelanos estão correndo para resgatar caixas de ajuda humanitária de caminhões que pegaram fogo na fronteira entre Colômbia e Venezuela.

    Uma grande nuvem negra paira sobre a ponte Francisco de Paula Santander enquanto os manifestantes passavam as caixas manualmente e as removiam dos veículos em chamas.

    De acordo com a emissora VPI TV, 10 pessoas ficaram feridas.

    Fernando Flores, uma testemunha que se descreve como um parlamentar do Equador, disse que os guardas nacionais que agiam sob ordens de Nicolás Maduro incendiaram os caminhões quando cruzaram o território venezuelano.

    Maduro promete bloquear todas as remessas de ajuda, considerando-as um "cavalo de Tróia" cujo objetivo é preparar o caminho para uma intervenção militar estrangeira.

    Tema:
    Confrontos nas zonas fronteiriças da Venezuela (51)

    Mais:

    Guaidó diz que ajuda humanitária cruzou a fronteira do Brasil com a Venezuela
    Venezuela: caminhões de ajuda humanitária são repelidos por gás lacrimogêneo
    Caminhões de ajuda humanitária se dirigem à fronteira da Colômbia com Venezuela
    Caminhões com 8 toneladas de ajuda humanitária chegam na fronteira do Brasil e Venezuela
    Grupo de pessoas teria tentado furar o bloqueio na fronteira entre Colômbia e Venezuela
    Tags:
    Nicolás Maduro, Colômbia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar