18:34 19 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Juan Guaidó, autoproclamado presidente da Venezuela, durante a entrevista à agência AFP em Caracas, em 8 de fevereiro de 2019

    Guaidó emite 'decreto presidencial' autorizando entrada de ajuda humanitária

    © AFP 2019/ YURI CORTEZ / AFP
    Américas
    URL curta
    30917

    O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino do país, emitiu seu primeiro "decreto presidencial" e autorizou a entrega de ajuda humanitária à Venezuela.

    "Como comandante em chefe das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas, estou confirmando a decisão de permitir que a ajuda humanitária entre no território da Venezuela. Assim, ordeno que vários elementos dessas forças atuem de acordo com essa instrução", declara o decreto publicado no Twitter de Guaidó.

    O parlamento venezuelano, liderado por Guaidó e controlado pela oposição, também autorizou a entrega de ajuda humanitária internacional ao país.

    Guaidó deu um ultimato e disse que a entrada dos mantimentos deve começar no sábado (23).

    No entanto, o governo do presidente Nicolás Maduro fechou as fronteiras e disse que não aceitará a ajuda humanitária. 

    Mais:

    Intervenção militar dos EUA na Venezuela não faz sentido, diz Mourão
    EUA mandam enviado à Colômbia para ajudar na entrega de ajuda à Venezuela
    Planalto: fronteira com Venezuela segue aberta
    Governador de Roraima: fronteira com Venezuela já foi fechada
    Rússia diz que EUA preparam provocações na fronteira da Venezuela
    Tags:
    Juan Guaidó, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar