23:54 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Imigrantes venezuelanos no estado de Roraima, Brasil (arquivo)

    Planalto: fronteira com Venezuela segue aberta

    © AP Photo / Eraldo Peres
    Américas
    URL curta
    1019

    O porta-voz da Presidência da República, general Rêgo Barros, disse em declaração à imprensa, agora há pouco, que, ao contrário do que foi informado pelo governador de Roraima, a fronteira entre Brasil e Venezuela, em Pacaraima, segue aberta.

    Mais cedo, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, informou que fecharia a fronteira do seu país com o Brasil às 21h de Brasília, a fim de impedir a entrada forçada de ajuda humanitária. Mas, no meio da tarde, o governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), disse em entrevista ao Estadão/Broadcast que a conexão entre o seu estado e o território venezuelano já havia sido suspensa pela Venezuela.         

    No último dia 19, o governo brasileiro anunciou a criação de uma força-tarefa para levar ajuda humanitária à Venezuela, em parceria com os Estados Unidos, que mantêm atualmente vários carregamentos ao longo da fronteira venezuelana com a Colômbia aguardando permissão para entrar no país. Entretanto, Maduro segue bloqueando a entrada dessa ajuda por achar que essa manobra não passaria de uma estratégia de Washington para promover uma possível derrubada de seu governo com a ajuda de aliados na região.

    Mais:

    Governador de Roraima: fronteira com Venezuela já foi fechada
    Maduro anuncia chegada de 7,5 toneladas de medicamentos russos (VÍDEO)
    Vice-chanceler venezuelano: podemos nos defender, não precisamos de ajuda militar russa
    Rússia diz que EUA preparam provocações na fronteira da Venezuela
    Maduro anuncia fechamento de fronteira da Venezuela com Brasil
    Tags:
    Nicolás Maduro, Otávio Rêgo Barros, Antonio Denarium (PSL), Roraima, Caracas, Venezuela, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar