06:15 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1243
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou hoje a chegada de 7,5 toneladas de medicamentos fornecidos pela Rússia ao país, que segue bloqueando a entrada de ajuda humanitária enviada pelos Estados Unidos na fronteira com a Colômbia.

    Ainda de acordo com o líder venezuelano, Caracas está disposta a aceitar também assistência técnica humanitária da União Europeia através da Organização das Nações Unidas (ONU).

    Há vários dias, carregamentos de ajuda humanitária proveniente dos EUA estão parados na fronteira entre Colômbia e Venezuela aguardando a permissão do governo venezuelano para entrar no país. Maduro, no entanto, se recusa a aceitar essa ajuda, alegando que a mesma seria uma estratégia de Washington para promover uma invasão e a derrubada de sua administração. 

    ​"A vice-presidente executiva (Delcy Rodríguez) procedeu em privado para aceitar a oferta de assistência técnica humanitária da União Europeia, através do sistema das Nações Unidas, para a Venezuela", disse o chefe de Estado venezuelano em discurso no palácio presidencial.

    Mais:

    Vice-chanceler venezuelano: podemos nos defender, não precisamos de ajuda militar russa
    Rússia diz que EUA preparam provocações na fronteira da Venezuela
    Maduro anuncia fechamento de fronteira da Venezuela com Brasil
    Tags:
    Rússia, EUA, União Europeia, Venezuela, Caracas, Colômbia, Nicolás Maduro, Delcy Rodríguez, ONU, ajuda humanitária
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar