03:53 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    128
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira (15) que o primeiro-ministro do Japão lhe indicadou ao Prêmio Nobel da Paz por sua atuação com a Coreia do Norte.

    Trump também reclamou do Prêmio Nobel da Paz recebido pelo ex-presidente Barack Obama e duvidou que consiga o mesmo feito.

    O primeiro-ministro Shinzo Abe "me deu a mais bela cópia de uma carta que enviou para as pessoas que dão uma coisa chamada o Prêmio Nobel", afirmou Trump em coletiva de imprensa na Casa Branca quando perguntado sobre sua futura cúpula no Vietnã com o líder norte-coreano Kim Jong-un. "Ele disse: 'Eu indiquei você, respeitosamente, em nome do Japão. Eu estou pedindo a eles que você receba o Prêmio Nobel da Paz.'"

    A Associated Press não conseguiu checar imediatamente a alegação de Trump. A embaixada do Japão em Washington não respondeu a um pedido de comentário.

    O presidente sul-coreano Moon Jae-in já creditou a Trump o diálogo com a Coreia do Norte e também defendeu que o mandatário dos EUA deve receber o Nobel.

    Trump afirmou que as primeiras trocas com Kim foram de "fogo e fúria", mas os dois estabeleceram uma boa relação desde o ano passado quando da primeira cúpula entre os dois líderes, em Cingapura. Ele disse que Abe o indicou porque estava preocupado com a realização de testes de mísseis contra o Japão pela Coreia do Norte.

    Obama recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2009, seu primeiro ano no cargo, por expressar o desejo dos EUA de "buscar a paz e a segurança de um mundo sem armas nucleares".

    Trump reclamou na sexta-feira que Obama chegou ao local da premiação "cerca de 15 segundos" antes de receber o prêmio.

    "Eu provavelmente nunca vou conseguir, mas tudo bem", disse Trump. "Eles deram para Obama, ele nem sabia porque ganhou."

    Departamento do Tesouro dos EUA em Washington
    © AP Photo / Jacquelyn Martin

    Mais:

    Líderes democratas: declaração de emergência nacional de Trump é ilegal
    Trump diz que assinará estado de emergência para construção de muro com México
    Maduro revela desejo de encontro com Trump para resolver crise na Venezuela
    Trump irá declarar emergência nacional para construir muro, diz Casa Branca
    Advogado de Trump volta a defender a derrubada do governo do Irã
    Revolução Iraniana significou '40 anos de fracasso', afirma assessor de Trump
    Tags:
    Kim Jong-un, Donald Trump, Shinzo Abe, Coreia do Norte, Japão, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar