14:57 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente chinês Xi Jimping e o presidente venezuelano Nicolás Maduro antes de encontro bilateral em Pequim, China, 7 de janeiro de 2016

    China volta a criticar interferência externa na política interna da Venezuela

    © AFP 2019 / ANDY WONG / POOL
    Américas
    URL curta
    0 123
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores da China reafirmou sexta-feira (15) sua rejeição a qualquer interferência nos assuntos internos da Venezuela.

    "A China acredita que todos os países devem respeitar os princípios da Carta das Nações Unidas e não interferir nos assuntos da Venezuela", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Geng Shuang.

    O diplomata fez esta declaração depois que o presidente colombiano, Iván Duque, pediu a Pequim que "reconsiderasse" seu apoio ao governo de Nicolás Maduro.

    "Eu gostaria de convidar vocês a reconsiderar a validação de Maduro como governante da Venezuela", disse Duque durante uma intervenção no Centro Internacional Woodrow Wilson, em Washington.

    Departamento do Tesouro dos EUA em Washington
    © AP Photo / Jacquelyn Martin
    A Venezuela atravessa uma crise econômica e política que se agravou em 23 de janeiro, depois que o chefe da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, proclamou-se presidente interino.

    O chefe do Estado venezuelano, Nicolás Maduro, que assumiu o segundo mandato em 10 de janeiro, descreveu a ação de Guaidó como uma tentativa de golpe e culpou os EUA.

    Guaidó foi reconhecido pelos EUA, a maioria dos países membros do Grupo Lima e várias outras nações do continente americano, bem como por uma boa parte dos estados membros da União Européia.

    Rússia, assim como Bolívia, China, Cuba, Irã, Turquia e outros países, reafirmaram seu apoio ao atual governo venezuelano.

    Mais:

    Céu protegido: Venezuela mostra como funcionam seus sistemas de defesa antiaérea (VÍDEO)
    EUA aplicam novas sanções contra a Venezuela
    Toneladas de medicamentos enviados por aliados chegaram à Venezuela (FOTOS)
    Maduro revela desejo de encontro com Trump para resolver crise na Venezuela
    Venezuela reforça bloqueio da ponte Tienditas na fronteira com a Colômbia
    Moscou trabalha com Caracas para uma solução para a crise da Venezuela, diz vice-chanceler
    Tags:
    China, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar