15:08 22 Fevereiro 2019
Ouvir Rádio
    Apoiadores do autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó, seguram bandeira enquanto participam de protesto contra o governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro em Caracas, Venezuela, 30 de janeiro de 2019

    EUA não aumentaram presença militar na fronteira com a Venezuela, diz Abrams

    © REUTERS / Manaure Quintero
    Américas
    URL curta
    413

    O representante especial dos Estados Unidos para a Venezuela, Elliott Abrams, disse que os Estados Unidos não aumentaram sua presença militar em países que fazem fronteira com a Venezuela durante o mês passado.

    "Eu não não acredito [que tenham enviado tropas]", disse Abrams em uma sessão no Congresso.

    Abrams também discutiu com a Assembleia Nacional da Venezuela, liderada pelo autodeclarado presidente interino Juan Guaidó, sobre o destino das dívidas que o país sul-americano tem com a Rússia.

    "Nós começamos a ter essas discussões, primeiramente lideradas pelo Tesouro. Mas o governo interino — a Assembleia Nacional — afirmou que pagaria as dívidas. Algumas dessas dívidas nunca foram aprovadas pela Assembleia Nacional. Em última análise, é uma decisão que eles terão que tomar", declarou Abrams.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik