17:36 22 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    A bandeira americana em um veículo vibra quando o sol se põe atrás da cúpula do Capitólio dos EUA nas horas antes de o presidente Barack Obama entregar o discurso do Estado da União a uma sessão conjunta do Congresso em Washington em 12 de janeiro de 2016

    Congresso dos EUA não irá apoiar intervenção militar na Venezuela

    © REUTERS / Jonathan Ernst
    Américas
    URL curta
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    843

    O chefe do Comitê das Relações Exteriores da Câmara dos Representantes, Eliot Engel, declarou nesta quarta-feira (13) que o Congresso dos EUA não apoiaria uma intervenção militar na Venezuela.

    "A intervenção militar dos EUA não é uma opção. O Congresso decide quando, onde e como as forças armadas dos EUA são usadas em todo o mundo, e o Congresso não apoiaria a intervenção militar na Venezuela",  declarou ele durante uma audiência sobre a crise na Venezuela.

    Suposições sobre possíveis intervenções militares dos EUA começaram a surgir depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse em uma entrevista à CBS que esse tipo de ação era "uma opção".

    A tensão política na Venezuela aumentou desde que o líder da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, se autoproclamou presidente interino. Posteriormente, ele foi apoiado pelo governo dos Estados Unidos e por uma série de países, incluindo Brasil, Argentina e Colômbia. Já Nicolás Maduro, reeleito em 2018, é considerado o presidente legítimo da Venezuela por países como a Rússia, Turquia, México, Uruguai e China.

    Tema:
    Crise política na Venezuela se agrava (163)

    Mais:

    'Tire as mãos do nosso hemisfério': senador ameaça Rússia se erguer base na Venezuela
    Analista indica preços de petróleo como razão da artimanha americana de golpe na Venezuela
    EUA poderiam atacar Venezuela através da Colômbia ou Brasil, segundo analista
    Qual seria o único empecilho para investimentos da Rússia na Venezuela?
    Tags:
    intervenção militar, Congresso dos EUA, Venezuela, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar