16:54 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Um avião de combate Sukhoi Su-30MKV, de fabricação russa, da Força Aérea Venezuelana sobrevoa uma bandeira venezuelana

    Aviso a possíveis agressores? Caça venezuelano lança com sucesso míssil antinavio (VÍDEO)

    © REUTERS / Marco Bello TPX
    Américas
    URL curta
    19403

    A Força Aérea da Venezuela demonstrou como poderia destruir navios de combate de possíveis agressores quando um caça multifuncional Su-30MK2V lançou um míssil Kh-31 durante os exercícios militares Angostura-200.

    Nas redes já apareceu um vídeo que mostra o processo de instalação deste armamento em um avião, sua decolagem, as manobras sobre os navios da Marinha venezuelana e o próprio lançamento do míssil.

    Os mísseis Kh-31, ou AS-17 Krypton na classificação da OTAN, podem atingir alvos em distâncias de 70 a 160 km, conforme o modelo, e resistir a sobrecargas de 10 g. Sua velocidade máxima supera quatro vezes a velocidade de som.

    Estes mísseis táticos não só são capazes de atingir navios, mas também estações de radar inimigas. Graças à sua velocidade e invisibilidade, os Kh-31 foram batizados de "morte supersônica".

    Nas versões mais avançadas a massa da ogiva atinge 110 kg. Isso é o suficiente para afundar uma embarcação com deslocamento de 4.500 toneladas. A velocidade máxima é de 1.000 m/s.

    Além do míssil antinavio, o Su-30MK2V também pode transportar outras armas de alta precisão, como os mísseis Kh-59M e Kh-29T, que foram projetados para destruir uma ampla gama de alvos terrestres e navais de superfície.

    Mais:

    EUA poderiam atacar Venezuela através da Colômbia ou Brasil, segundo analista
    Guaidó não exclui 'autorizar' intervenção militar dos EUA na Venezuela
    Analista indica preços de petróleo como razão da artimanha americana de golpe na Venezuela
    Tags:
    exercício militar, mísseis antinavio, avião, Su-30, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar