23:28 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Diego Pary, ministro das Relações Exteriores da Bolívia

    Bolívia rejeita declaração de Montevidéu sobre Venezuela

    © REUTERS / David Mercado
    Américas
    URL curta
    9122
    Nos siga no

    A Bolívia não apoiou a declaração conjunta adotada em Montevidéu pelo Grupo de Contato Internacional (GCI) para a Venezuela, segundo afirmou à Sputnik o ministro boliviano das Relações Exteriores, Diego Pary, explicando que, para La Paz, os próprios venezuelanos deveriam encontrar soluções para os seus problemas.

    "Não deve haver nenhuma solução imposta. Nós não devemos dizer aos venezuelanos o que eles devem fazer. Eles são independentes e têm direito à autodeterminação. Eles devem encontrar soluções para seus problemas sozinhos. Nós não apoiamos essa declaração, mas a Bolívia se juntou ao mecanismo de Montevidéu. A Bolívia continuará participando desse grupo de contato. Nós apenas não apoiamos essa declaração", disse o chanceler. 

    ​Ainda de acordo com Pary, os bolivianos estão convencidos de que o diálogo é a única forma possível de encontrar uma saída efetiva para a crise na Venezuela.

    "Nós também acreditamos que o diálogo deve ser como uma agenda aberta e que os venezuelanos devem determinar essa agenda."

    Mais:

    Novas eleições são necessárias na Venezuela, definem países em cúpula no Uruguai
    Chanceler português pede fim do impasse do 'duplo governo' da Venezuela
    Moscou avisa seriamente Ocidente contra ideias arriscadas de usar a força na Venezuela
    EUA esperam que Venezuela dependa menos de Rússia e Cuba
    Analista: tutelado por militares, Brasil não entraria em intervenção dos EUA na Venezuela
    Tags:
    Diego Pary Rodríguez, América do Sul, Uruguai, Montevidéu, La Paz, Venezuela, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar