23:47 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Guarda Nacional da Venezuela na fronteira com a Colômbia (foto de arquivo)

    VÍDEO capta barricada em ponte entre Venezuela e Colômbia para impedir ajuda humanitária

    © REUTERS / Carlos Eduardo Ramirez
    Américas
    URL curta
    25155
    Nos siga no

    Militares venezuelanos criaram uma barricada usando um caminhão de combustível e dois contêineres, impedindo, assim, o tráfego na ponte internacional Las Tienditas entre a Venezuela e a Colômbia.

    A ponte une as cidades de Cúcuta, na Colômbia, e Ureña, na Venezuela. A barricada visa impedir a entrada de ajuda humanitária: remessas de alimentos e remédios estrangeiros. 

    A ponte Las Tienditas, com 240 metros de comprimento e 40 de largura, segundo várias informações, nunca chegou a ser utilizada como uma zona oficial de passagem de mercadorias. Moradores locais apontaram que na ponte nunca foram estabelecidas aduanas.

    Segundo El País, as obras de construção foram concluídas em meados de 2016, porém, na época, Nicolás Maduro havia ordenado o fechamento da fronteira entre os dois países. 

    Desde então, a ponte permaneceu lacrada, mas em perfeito estado.

    Segundo imagens de vídeo, militares venezuelanos bloqueiam a passagem da ponte.

    O chefe da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, que em 23 de janeiro se declarou presidente interino da Venezuela, solicitou entrega de ajuda humanitária ao país, enquanto o líder venezuelano, Nicolás Maduro, vê-la como um pretexto para uma possível invasão estrangeira. 

    No dia 14 de fevereiro, em Washington deve ocorrer uma conferência internacional para arrecadar ajuda humanitária para a Venezuela. 

    Mais:

    EUA esperam que Venezuela dependa menos de Rússia e Cuba
    Analista: tutelado por militares, Brasil não entraria em intervenção dos EUA na Venezuela
    Tags:
    barricada, ponte, ajuda humanitária, Colômbia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar