10:17 18 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Militantes da oposição durante manifestação contra o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, em Caracas, Venezuela

    EUA esperam que Venezuela dependa menos de Rússia e Cuba

    © REUTERS / Carlos Garcia Rawlins
    Américas
    URL curta
    21213

    O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, expressou esperança de que a Venezuela dependa menos de Rússia e Cuba após uma mudança de poder no país sul-americano.

    "Esperamos que, depois da mudança pacífica de poder, que é nosso objetivo final, o povo da Venezuela queira ser soberano e independente em vez de confiar nos cubanos e nos russos no que diz respeito à segurança e à prosperidade", declarou o chefe da diplomacia dos Estados Unidos em entrevista ao Fox Business, ao ser questionado sobre a influência de Moscou sobre Caracas.

    ​Mais cedo, Pompeo fez um apelo às autoridades da Venezuela para permitirem a entrada de ajuda humanitária no país, manobra vista pelo presidente venezuelano, Nicolás Maduro, como um pretexto para uma possível invasão estrangeira.

    ​"O povo venezuelano precisa desesperadamente de ajuda humanitária. Os EUA e outros países estão tentando ajudar, mas as forças armadas da Venezuela, sob as ordens de Maduro, estão bloqueando a ajuda com caminhões e navios-tanque. O regime de Maduro deve deixar o auxílio chegar às pessoas que estão morrendo de fome."

    No dia 23 de janeiro, o opositor Juan Gerardo Guaidó Márquez, presidente interino da Assembleia Nacional da Venezuela, se declarou presidente interino também da República, aprofundando ainda mais a crise política que vem atingindo o país nos últimos anos.

    Mais:

    Analista: tutelado por militares, Brasil não entraria em intervenção dos EUA na Venezuela
    Helicóptero militar da Venezuela cai durante manobras; 5 feridos (FOTO)
    Ajuda humanitária à Venezuela: gesto de boa fé ou demonstração de poder?
    Armamento americano é apreendido em aeroporto da Venezuela (FOTOS)
    Tags:
    Fox Business, Juan Guaidó, Nicolás Maduro, Mike Pompeo, Caracas, Moscou, Cuba, Rússia, Estados Unidos, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar