17:10 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Cigarro (imagem referencial)

    Deputado havaiano quer aumentar de 21 para 100 anos a idade mínima para fumar cigarros

    © flickr.com/ Ferran Jordà
    Américas
    URL curta
    532

    Um deputado do Havaí propôs um projeto de lei que essencialmente proibiria a venda de cigarros no estado. A ideia é aumentar a idade mínima para fumar de 21 para 100 anos até 2024.

    O projeto, proposto pelo deputado democrata Richard Creagan, elevaria a idade mínima para fumar gradualmente a cada ano: para 30 anos em 2020, 40 em 2021, 50 em 2022, 60 em 2023 e 100 em 2024. A legislação, se aprovada, aplica-se apenas a cigarros, não a charutos, cigarros eletrónicos ou tabaco para mascar.

    "O Estado é obrigado a proteger a saúde pública", disse recentemente Creagan ao Havaí Tribune-Herald. "Não permitimos que as pessoas tenham acesso gratuito a opiáceos, por exemplo, ou a qualquer medicamento prescrito".

    "Isso é mais letal, mais perigoso do que qualquer medicamento de prescrição, e é mais viciante. Na minha opinião, você está pegando pessoas que são escravizadas por um vício horrível e libertando as pessoas da terrível escravização", continuou.

    O Havaí já possui leis de cigarros mais rigorosas do que a maioria dos estados dos EUA. Na maior parte do país, a exigência de idade mínima para compra de cigarros é de 18 anos, enquanto que na ilha é necessário ter, no mínimo, 21.

    Espera-se que o Comitê de Saúde da Câmara do estado realize uma audiência sobre o projeto nesta semana. Cregan não é o único legislador do Havaí tentando impor uma regulamentação mais estrita das vendas de tabaco. Em julho, o senador estadual Dru Kanuha propôs uma lei para aumentar os impostos sobre o consumo de cigarros de 16 para 21 centavos.

    De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, o tabagismo é a principal causa de morte evitável nos EUA, causando mais mortes a cada ano do que o vírus da imunodeficiência humana (HIV), uso de drogas ilícitas, uso de álcool, lesões em veículos motorizados e incidentes relacionados a armas de fogo juntos.

    Creagan não respondeu imediatamente ao pedido de comentários feito pela Sputnik.

    Tags:
    cigarros, Comitê de Saúde da Câmara do Havaí, Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, Havaí Tribune-Herald, Richard Creagan, Estados Unidos, Havaí
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar