15:00 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, em Caracas, 8 de agosto de 2017

    Arreaza: ameaças dos EUA confirmam seu envolvimento no golpe de Estado na Venezuela

    © REUTERS / Ueslei Marcelino
    Américas
    URL curta
    18172

    Os Estados Unidos, ao ameaçar a Venezuela com o uso de força militar, confirmam estar à frente do golpe de Estado no país bolivariano, declarou o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza.

    "Donald Trump confirma que ele está à frente do golpe de Estado, ele novamente ameaça usar a força militar, violando a Carta das Nações Unidas", afirmou Arreaza em sua conta oficial no Twitter.

    Ele também afirmou que a oposição venezuelana "é controlada por Trump".

    O presidente dos EUA, Donald Trump, disse neste domingo estar considerando a possibilidade de enviar um contingente militar para a Venezuela.

    A Venezuela atravessa uma crise econômica e política que se agravou em 23 de janeiro, depois que o presidente da Assembléia Nacional, Juan Guaidó, se autoproclamou presidente "no comando" do país.

    O chefe do Estado venezuelano, Nicolás Maduro, que assumiu o seu segundo mandato em 10 de janeiro, descreveu a declaração de Guaidó como uma tentativa de golpe e culpou os EUA.

    Mais:

    Força especial da Venezuela é acusada de execuções extrajudiciais
    Embaixador venezuelano no Iraque reconhece Guaidó como líder da Venezuela
    Guaidó afirma que vai pedir ajuda à União Europeia para proteger ativos da Venezuela
    Irã reafirma apoio a Nicolás Maduro e critica intervencionismo dos EUA na Venezuela
    Guaidó: 'Projetos chineses na Venezuela foram afetados pela corrupção do governo'
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar