03:13 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Venezuela e dos EUA

    EUA não devem intervir militarmente na Venezuela, diz ex-comandante da OTAN

    © AFP 2019 / Don Emmert
    Américas
    URL curta
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    450
    Nos siga no

    O ex-almirante dos EUA e ex-comandante supremo da OTAN James Stavridis disse nesta quarta-feira (3) que Washington não deve intervir militarmente na Venezuela.

    "Os Estados Unidos não devem se envolver militarmente com a situação nas circunstâncias que vejo agora", disse Stavridis em evento realizado em Washington. 

    O ex-militar disse que a crise na Venezuela não tem "solução militar". Ele também disse que esta é uma questão regional e que todos os países americanos têm que resolver juntos.

    Em 23 de janeiro, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que todas as opções em relação à Venezuela estão na mesa.

    A oposição venezuelana é contrária a uma intervenção militar dos EUA. 

    O senador Lindsey Graham disse na segunda-feira que Trump discutiu com ele a possibilidade de usar a força militar na Venezuela há algumas semanas.

    Tema:
    Crise política na Venezuela se agrava (163)

    Mais:

    México e Uruguai vão realizar conferência para discutir situação da Venezuela
    Mourão diz que líder oposicionista da Venezuela solicitou ajuda ao Brasil
    Trump e Guaidó decidem manter 'comunicação regular' para solucionar crise na Venezuela
    Evo Morales sobre ameaças dos EUA à Venezuela: querem devastá-la como fizeram com Iraque
    Especialista militar avalia capacidade do exército da Venezuela
    Tags:
    OTAN, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar