09:30 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Barras de ouro

    Guaidó pede a Reino Unido que não entregue ouro a Maduro, informa mídia

    © Sputnik / Vitaliy Bezrukih
    Américas
    URL curta
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    13414

    O líder da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, pediu à premiê do Reino Unido, Theresa May, e ao governador do Banco da Inglaterra, Mark Carney, que não devolvam os bilhões em ouro ao governo do presidente venezuelano, noticia o site Ambito.

    "Essa transação ilegal […], assim que o ouro for entregue, será usado pelo regime de Maduro para reprimir as pessoas", disse Guaidó em uma carta datada de 26 de janeiro e endereçada a May.

    O Banco da Inglaterra havia informado que se recusava a entregar US$ 1,2 bilhão (R$ 4,5 bilhões) em barras de ouro para o líder da Venezuela, Nicolás Maduro, escreveu a Bloomberg no sábado (26).

    Guaidó escreveu em um tweet que "começou o processo de proteção dos bens da Venezuela" e que a oposição "não permitirá mais abusos e roubos de dinheiro destinado a alimentos, medicamentos e para o futuro de nossas crianças".

    No mesmo dia da declaração, a agência de notícias citou fontes afirmando que o Banco da Inglaterra havia negado o pedido de Maduro, após pressão exercida pelos EUA sobre o governo britânico para que cortassem o acesso do governo venezuelano a bens estrangeiros.

    As tensões na Venezuela se agravaram devido à autoproclamação de Guaidó como presidente interino do país, que também exigiu eleições antecipadas. Maduro acusa Washington de tentar encenar um golpe em seu país, tendo cortado os laços diplomáticos com os Estados Unidos.

    Os EUA, a União Europeia e uma série de países da América Latina, inclusive o Brasil, manifestaram apoio a Guaidó e à oposição venezuelana. O ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, descreveu os acontecimentos na Venezuela como uma violação grosseira da soberania do país e acusou Washington de interferência.

    Tema:
    Crise política na Venezuela se agrava (163)

    Mais:

    Maduro insiste no direito da Venezuela de vender ouro
    Oposição venezuelana pede que Banco da Inglaterra não devolva ouro a Maduro
    Maduro lança poupança lastrada em ouro e maior parte dos interessados são idosos
    Tags:
    barras de ouro, ouro, Juan Guaidó, Theresa May, Nicolás Maduro, Inglaterra, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar