12:50 05 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante coletiva de imprensa no Palácio de Miraflores em Caracas, 12 de dezembro de 2018

    Maduro fala em golpe midiático e demonstra disposição para diálogo com oposição

    © REUTERS / Marco Bello
    Américas
    URL curta
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    673
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que, além do golpe de Estado em andamento contra seu governo, há também um "golpe midiático" sendo conduzido pelas grandes redes de notícias do mundo.

    "Há um golpe internacional da mídia contra a Venezuela para distorcer a situação real e pressionar o país e impor o modelo de intervenção que é buscado em Washington", disse ele em entrevista coletiva transmitida pelo Palácio de Miraflores (sede do governo).

    Nicolás Maduro garantiu que a Venezuela também é vítima de um "golpe da mídia" internacional.

    O presidente também assegurou que sua administração está aberta a manter um diálogo com a oposição, mesmo depois do deputado Juan Guaidó ter se proclamado "presidente encarregado" da nação caribenha.

    "Sempre houve e haverá canais de diálogo promovidos por nós, sempre em todas as circunstâncias", disse ele em entrevista coletiva no Palácio de Miraflores, acrescentando: "Hoje, amanhã e sempre estarei pronto" para falar com Guaidó.

    Tema:
    Crise política na Venezuela se agrava (163)

    Mais:

    EUA recomendam que cidadãos norte-americanos que estejam na Venezuela saiam do país
    EUA utilizam Venezuela para atingir interesses petrolíferos chineses, diz especialista
    Washington usa na Venezuela 'mesmo guião' que na Líbia, opina analista
    Qual a possibilidade de haver uma guerra civil na Venezuela?
    Realização do cenário militar na Venezuela se tornará uma catástrofe, diz Moscou
    Sanders diz que EUA não devem apoiar golpe na Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar