13:25 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Confronto entre manifestantes e policiais no centro de Caracas, Venezuela

    EUA recomendam que cidadãos norte-americanos que estejam na Venezuela saiam do país

    © REUTERS / Carlos Garcia Rawlins
    Américas
    URL curta
    782
    Nos siga no

    O Departamento de Estado divulgou uma nota nesta sexta-feira (25) afirmando que os cidadãos norte-americanos que estão na Venezuela devem considerar deixar o país.

    "A administração dos EUA tem capacidade limitada para prestar assistência de emergência a cidadãos americanos na Venezuela", diz o comunicado.

    Na última quinta-feira (24), todos os funcionários do governo dos EUA de serviços não emergenciais receberam ordens para deixar a Venezuela.

    A situação na Venezuela piorou consideravelmente após a posse de Nicolás Maduro, reconduzido ao poder em 10 de janeiro deste ano. Os EUA e países membros do Grupo de Lima, inclusive o Brasil, decidiram reconhecer o presidente da Assembleia Nacional destituída, Juan Guaidó, como presidente interino do país.

    A Rússia reconheceu a legitimidade do mandado do presidente eleito. Em 23 de janeiro, Nicolás Maduro rompeu relações diplomáticas e políticas com os Estados Unidos. A capital do país, Caracas continua tomada por violentos protestos antigovernamentais.

    Mais:

    EUA utilizam Venezuela para atingir interesses petrolíferos chineses, diz especialista
    Washington usa na Venezuela 'mesmo guião' que na Líbia, opina analista
    Qual a possibilidade de haver uma guerra civil na Venezuela?
    Realização do cenário militar na Venezuela se tornará uma catástrofe, diz Moscou
    Sanders diz que EUA não devem apoiar golpe na Venezuela
    Tags:
    protestos, crise, Departamento de Estado dos EUA, Nicolás Maduro, Venezuela, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar