13:05 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Guarda Nacional acompanham protesto em Caracas

    Disparos são ouvidos na zona leste de Caracas durante enfrentamento com manifestantes

    © REUTERS / Carlos Garcia Rawlins
    Américas
    URL curta
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    714
    Nos siga no

    Tiros foram ouvidos às 20:00 (22:00 no horário de Brasília) durante confrontos entre um grupo de manifestantes e policiais em Petare, bairro localizado no leste da capital venezuelana, disseram à Sputnik moradores locais.

    "Em Petare, eles estão atirando há algum tempo, não se sabe se há saques, mas as detonações foram ouvidas", disse um residente local à agência.

    Um vídeo postado na internet mostra o momento do suposto confronto entre manifestantes e policiais. É possível ouvir barulho de tiros, mas a veracidade das imagens ainda não pode ser confirmada. O governo da Venezuela não se manifestou sobre a denúncia.

    Mais cedo, o presidente Nicolás Maduro desafiou pronunciamentos dos Estados Unidos e anunciou durante discurso que não vai se render nem renunciar. "Vamos ao combate", afirmou o mandatário venezuelano ao lado da mulher, Cilia Flores e do presidente da Assembleia Constituinte, Diosdado Cabello.

    A situação na Venezuela piorou consideravelmente após a posse de Nicolás Maduro, reconduzido ao poder no último dia 10 de janeiro. Países membros do Grupo de Lima — entre eles o Brasil — decidiram não reconhecer o novo mandato. Posteriormente, Brasil, Paraguai, Canadá e Estados Unidos decidiram reconhecer o presidente da Assembleia Nacional destituída, Juan Guaidó como o presidente interino do país.

    Tema:
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    Tags:
    Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, Juan Guaidó, Cilia Flores, Diosdado Cabello, Nicolás Maduro, Petare, Caracas, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar