00:48 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Juan Guaidó, presidente de la Asamblea Nacional de Venezuela

    Guaidó se declara 'presidente encarregado' da Venezuela

    © REUTERS / Manaure Quintero
    Américas
    URL curta
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    191218

    O chefe do parlamento venezuelano, Juan Guaidó, fez juramento de assumir formalmente poderes executivos como presidente encarregado do país.

    "Hoje, no dia 23 de janeiro de 2019, eu formalmente faço o juramento como presidente encarregado da Venezuela", disse o presidente da Assembléia Nacional diante de milhares de venezuelanos em Caracas.

    ​O parlamentar disse que seus objetivos são: instalar um governo de transição, por fim à "usurpação" da presidência por Maduro e a realização de eleições livres.

    Carro em chamas durante protestos em Caracas, Venezuela
    © REUTERS / Carlos Garcia Rawlins
    "Agora, irmãos venezuelanos e venezuelanas (…), sabemos que isso não é pessoal, sabemos que isso terá consequências, sabemos do que é necessário para poder permanecer nas ruas da Venezuela até que a democracia seja alcançada, não vamos permitir que este grande movimento de esperança se esvazie", acrescentou.

    Minutos antes, o Supremo Tribunal de Justiça solicitou por escrito ao Ministério Público que investigasse a suposta responsabilidade criminal dos membros da Assembleia Nacional por assumir poderes do Poder Executivo.

    Tema:
    Crise política na Venezuela se agrava (163)

    Mais:

    Vice-presidente da Venezuela acusa Mike Pence de tramar golpe no país latino-americano
    Chanceler do Brasil já chama Maduro de 'ex-presidente da Venezuela'
    Presidente do Parlamento da Venezuela se manifesta contra um golpe de Estado
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar