13:04 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    680
    Nos siga no

    A vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodríguez, acusou o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, de incitar um golpe em seu país.

    "Temos assistido a uma situação sem precedentes. Apareceu o vice-presidente dos Estados Unidos da América, Mike Pence (…) pretende vir governar a Venezuela, dando instruções sobre o que deve ser feito amanhã na Venezuela, pedindo abertamente um golpe Estado na Venezuela", disse Rodríguez em transmissão da emissora estatal Venezolana de Televisión.

    Em um vídeo, postado na rede social Twitter, Pence falou em nome dos EUA e do seu presidente, Donald Trump, e expressou seu apoio às ações que a oposição planeja realizar em 23 de janeiro.

    "Ao levantar suas vozes amanhã, em nome do povo americano, dizemos ao povo da Venezuela que estamos com vocês, apoiamos vocês e continuaremos apoiando vocês até que a democracia na Venezuela seja restaurada e seus direitos de liberdade sejam retomados, fiquem com Deus", acrescentou o americano.

    Rodríguez recomendou que Pence trate dos assuntos internos do próprio país.

    A oposição venezuelana convocou uma mobilização no dia 23 de janeiro para protestar contra o presidente Nicolás Maduro.

    Ao mesmo tempo, o partido governante convocou a população para as ruas em defesa do atual chefe de Estado.

    As duas manifestações acontecem em um contexto de muita tensão, depois que um grupo de soldados se revoltou contra o governo e foi preso, o que provocou inúmeros protestos na capital venezuelana nesta segunda-feira e na madrugada do dia 22 de janeiro.

    Tema:
    Crise política na Venezuela se agrava (163)

    Mais:

    Presidente do Parlamento da Venezuela se manifesta contra um golpe de Estado
    Após levante, Venezuela prende 27 militares
    Como EUA poderiam enfrentar os sistemas da defesa antiaérea da Venezuela?
    Ministério da Defesa da Venezuela: militares rebeldes foram 'rendidos e capturados'
    Venezuela receberá 2 mil médicos cubanos vindos do Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar