02:32 25 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4134
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quinta-feira (17) que 2 mil médicos cubanos que estavam trabalhando no Brasil irão para a Venezuela.

    "Vamos fazer um ato muito especial para receber os 2 mil novos médicos comunitários que Cuba nos envia do Brasil, o fascismo brasileiro terminou com o plano de saúde e os 2 mil médicos estão vindo para a Venezuela, vamos dar uma recepção festiva", disse Maduro em um ato de graduação de médicos em Caracas.

    Os médicos cubanos farão parte da Missão Barrio Adentro, um plano de saúde criado pelo ex-presidente Hugo Chávez (1998-2013) em parceria com o governo de Cuba para garantir a prestação de serviços gratuitos de saúde em diversas áreas: atenção primária, serviços abrangentes, doenças crônicas e centros especializados.

    O governo cubano anunciou em 14 de novembro que retiraria do Brasil mais de 11 mil profissionais que faziam parte do programa Mais Médicos depois da eleição do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

    Mais:

    Embaixador da China na ONU expressa solidariedade com a Venezuela
    Rússia insiste na não intervenção de Washington nos assuntos internos da Venezuela
    Mídia: Venezuela enviará toneladas de ouro à Turquia
    Ministro da Defesa da Venezuela diz que 'militares estão dispostos a dar a vida pelo país'
    Maduro anuncia aumento do salário mínimo e rejeita deixar o comando da Venezuela
    Chancelaria da Venezuela: EUA usam outros países para desestabilizar democracia no país
    Tags:
    Jair Bolsonaro, Nicolás Maduro, Cuba, Brasil, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar