10:03 19 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    15815
    Nos siga no

    Os EUA planejam desenvolver um sistema de laser que possa ser montado em uma plataforma aérea não tripulada para rastrear e destruir mísseis em sua fase de aceleração, revelou o Departamento de Defesa em sua edição de 2019 da Revisão de Defesa de Mísseis, nesta quinta-feira.

    "O desenvolvimento de tecnologia laser de alta energia escalável, eficiente e compacta, e integrá-la a uma plataforma aerotransportada, tem o potencial de fornecer uma capacidade rentável futura para destruir mísseis impulsionados no início da trajetória", afirma o relatório.

    Isso beneficiaria avanços tecnológicos anteriores na propagação de feixes e controle de feixes, informou o relatório.

    "O Departamento de Defesa está desenvolvendo um Demonstrador de Laser de Baixa Potência para avaliar as tecnologias necessárias para montar um laser em uma plataforma aérea não tripulada para rastrear e destruir mísseis em sua fase de aceleração", acrescentou.

    O relatório especifica algumas vantagens da base espacial para sensores. Em particular, ele fornece uma melhor observação do espaço para melhorar o rastreamento e potencialmente direcionar ameaças avançadas, disse.

    A nova Revisão de Defesa de Mísseis apresenta uma nova estratégia e postura que definirá o caminho para fortalecer as atuais capacidades de defesa antimísseis dos Estados Unidos e defenderá investimentos urgentes em novos.

    Mais:

    Relatório do Pentágono sobre defesa antimísseis destacará potenciais adversários dos EUA
    Secretário de Defesa interino dos EUA critica duramente caças F-35, diz mídia
    Eficiência de defesa dos EUA contra mísseis balísticos é 'muito baixa', diz especialista
    Tags:
    laser, mísseis, segurança, defesa, Revisão de Defesa de Mísseis, Pentágono, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar