10:39 21 Janeiro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente norte-americano Donald Trump gesticula enquanto fala no Centro de Conferências Harris em Charlotte, Carolina do Norte, EUA, em 31 de agosto de 2018

    Trump acusa FBI de usar conflito com Rússia com fins políticos

    © AP Photo / Pablo Martinez Monsivais
    Américas
    URL curta
    470

    O presidente dos EUA, Donald Trump criticou o FBI neste sábado, afirmando que o orgão agiu "sem motivo e sem provas" ao promover uma investigação sobre relações do magnata com a Rússia.

    O jornal New York Times informou que o FBI iniciou a investigação para determinar se Trump representava uma ameaça à segurança nacional, ao mesmo tempo em que abria uma investigação criminal sobre possíveis obstruções de justiça pelo presidente.

    A investigação do FBI foi subsequentemente incluída na ampla investigação sobre a suposta intromissão da Rússia nas eleições de 2016 e a possível colaboração da campanha Trump.

    Nenhuma evidência apontou que Trump estivesse secretamente em contato com as autoridades russas, afirmou a trevista Times.

    "Uau, acabei de descobrir no decadente New York Times que os ex-líderes corruptos do FBI, quase todos demitidos ou forçados a deixar a agência por algumas razões muito ruins, abriram uma investigação sobre mim, sem razão e sem provas, depois que eu demiti o mentiroso James Comey, um problema total!", disse Trump em sua conta no Twitter.

    De acordo com Trump, "o FBI estava em completo tumulto… por causa da pobre liderança de Comey" e a forma como ele lidou com a investigação sobre o uso de um servidor privado por Hillary Clinton para enviar alguns e-mails do governo.

    "A demissão de James Comey, feita por mim, foi um grande dia para a América", afirmou Trump.

    Mais:

    Trump pede Departamento de Justiça que investigue se FBI 'se infiltrou' na campanha dele
    Investigação do FBI sobre Trump e a Rússia deve continuar sem ouvir o presidente
    EUA: mais eleitores acreditam em 'caça às bruxas' do FBI contra Trump
    Trump usa memorando contrário ao FBI para desacreditar investigação da 'influência russa'
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik