17:35 20 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Senado entra com representação no CNJ contra juiz por busca e apreensão em casa de Gleisi

    'Deixar de ir seria covardia', diz Gleisi Hoffmann sobre presença em posse de Maduro

    Geraldo Magela/Agência Senado
    Américas
    URL curta
    Maduro é pela 2ª vez presidente da Venezuela (15)
    253012

    A presidente do PT, senadora e deputada federal eleita Gleisi Hoffmann defendeu sua posição de participar da posse do presidente venezuelano Nicolás Maduro. A congressista afirmou no Twitter que não estar em Caracas seria uma concessão à direita.

    ​Antes de se manifestar no Twitter, a presidente do PT também assinou uma nota elencando os motivos de ter viajado à Venezuela. O texto ressalta a "posição agressiva do governo Bolsonaro contra a Venezuela" e "a política intervencionista e golpista incentivada pelos Estados Unidos".

    Segundo a Folha de S. Paulo, a presença de Hoffmann não foi uma decisão unânime dentro do PT.

    Maduro assumiu seu segundo mandato presidencial na Venezuela sob fortes críticas da comunidade internacional. A União Europeia e a Organização dos Estados Americanos (OEA) pediram a realização de novas eleições e criticaram o mandatário venezuelano. 

    Em 2017, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou não descartar a "opção militar" para lidar com a instabilidade em Caracas.

    Tema:
    Maduro é pela 2ª vez presidente da Venezuela (15)

    Mais:

    Bloomberg: Maduro será presidente enquanto 'moribunda economia da Venezuela permitir'
    'O racismo cresce nesses governos', diz chanceler da Venezuela após Chile criticar Maduro
    Chile não reconhece novo mandato de Maduro, diz chanceler
    Evo Morales diz que EUA estão por trás da resolução da OEA contra Maduro
    União Europeia 'lamenta' novo mandato de Maduro e pede novas eleições
    Tags:
    Nicolás Maduro, Donald Trump, Gleisi Hoffmann, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar