11:48 17 Janeiro 2019
Ouvir Rádio
    Em frente à embaixada da Venezuela, em Lima, no Peru, um grupo de venezuelanos protesta contra posse do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

    Polícia do Peru confronta manifestantes que atacavam embaixada da Venezuela

    © AP Photo / Martin Mejia
    Américas
    URL curta
    212

    A polícia peruana dispersou uma multidão de venezuelanos que atacaram o prédio da Embaixada da Venezuela em Lima, que protestavam contra a posse do segundo mandato do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, informou a mídia local quase.

    Segundo informa o jornal Nacional, a polícia usou gás lacrimogêneo contra a multidão.

    A embaixada, por sua vez, publicou um vídeo mostrando os manifestantes quebrando o portão e entrando edifício. Apesar da represália policial, não há relatos sobre prisões durante os protestos.

    Na quinta-feira (10), Maduro tomou posse de seu segundo mandato, que durará até 2025.

    Após a posse, o governo peruano decidiu chamar de volta ao Peru seu representante diplomático que permanecia na Venezuela.

    O governo peruano também disse que vê a posse de Maduro como ilegítima e que apoia a Assembleia Nacional venezuelana — parlamento unicameral que é controlado pela oposição venezuelana e que foi desautorizada pela Justiça do país.

    Mais:

    Peru e Bolívia avaliam construir gasoduto ligando o altiplano ao Pacífico
    Chanceler venezuelano: Embaixada da Venezuela foi atacada no Peru
    Procurador-Geral do Peru renuncia em meio a escândalo da Odebrecht
    Odebrecht e Procuradoria do Peru devem assinar acordo de colaboração após 18 de janeiro
    Peru: promotores do caso Odebrecht são afastados e presidente pede 'emergência' no MP
    Tags:
    crise na venezuela, Nicolás Maduro, Venezuela, Peru
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik