17:13 22 Março 2019
Ouvir Rádio
    Pacote de cocaína

    Suriname apreende quantidade recorde de cocaína

    © AP Photo / Arnulfo Franco
    Américas
    URL curta
    110

    Autoridades do Suriname realizaram sua maior apreensão de cocaína. Ela foi encontrada em contêineres cheios de arroz à espera de serem exportados de um porto na capital Paramaribo, disse a principal autoridade policial do país sul-americano nesta quarta-feira (9).

    A mídia local informou que pelo menos 2,3 toneladas de cocaína foram encontradas.

    Em entrevista à emissora de rádio local ABC, o promotor-geral Roy Baidjnath Panday se recusou a confirmar o valor exato, mas disse que ele está entre uma e duas toneladas. Panday também afirmou que a maior apreensão até então era de 1,6 tonelada.

    A mídia local também informou que um exportador de arroz no distrito de Nickerie, no oeste do Suriname, e um funcionário de uma empresa privada que ajuda empresas a lidar com as alfândegas foram presos em conexão com o caso.

    O Suriname, uma ex-colônia holandesa com uma população de menos de 600.000 habitantes, luta há muito tempo com o tráfico de drogas. O atual presidente Desi Bouterse foi condenado à revelia por um tribunal na Holanda de tráfico de drogas em 1999. Ele nega as acusações.

    Em 2013, seu filho Dino foi preso no Panamá por acusações norte-americanas de importar mais de cinco quilos de cocaína nos Estados Unidos. Ele foi condenado a 16 anos de prisão depois de admitir acusações de tráfico de drogas e de armas de fogo, além de tentar oferecer uma base ao grupo paramilitar libanês Hezbollah.

    Baidjnath Panday recusou-se a dizer se a apreensão recorde foi feita com cooperação estrangeira.

    Mais:

    Cartéis testam produção de cocaína na América Central para reduzir custos
    Prisão do Texas encontra US$ 18 milhões em cocaína escondida em doação de bananas
    América Latina é culpada pela 'febre de cocaína' que está afetando Europa?
    PF apreende cocaína no Rio com foto de Escobar
    Espanha apreende veleiro com 371 kg de cocaína
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar