10:41 25 Março 2019
Ouvir Rádio
    Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela, em 12 de agosto de 2017

    Venezuela expressa repúdio e denuncia nova fase de plano intervencionista dos EUA

    © REUTERS / Carlos Garcia Rawlins
    Américas
    URL curta
    12160

    O ministro das Relações Exteriores venezuelano, Jorge Arreaza, publicou no Twitter um comunicado dizendo que Caracas expressa seu repúdio e denuncia uma nova fase do plano intervencionista americano.

    O chanceler venezuelano também declarou em nota que "nos últimos dias o governo estadunidense há desatado uma série de ações hostis a partir de suposições falsas, que buscam manipular a verdade".

    "O Governo Bolivariano da Venezuela denuncia perante a comunidade internacional a tentativa do Governo dos EUA de consumar um golpe de Estado contra o governo constitucional e democrático do presidente Nicolás Maduro, promovendo o desconhecimento das instituições legítimas", escreveu Arreaza.

    No sábado (5), o chanceler venezuelano também havia acusado os membros do Grupo Lima de incentivar um golpe de Estado contra o presidente Nicolás Maduro, afirmando que eles não reconhecem seu mandato presidencial.

    No início do ano, o governo venezuelano também havia condenado as ações de Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA, que pediu aos países da América Latina que aumentassem a pressão contra o presidente venezuelano, segundo comunicado da chancelaria.

    Essa não é a primeira vez que o governo da Venezuela acusa outros países do continente sul-americano a estarem sujeitos às decisões tomadas por Washington, e alega que Caracas é o alvo principal das agressões da Casa Branca por se opor aos projetos americanos.

    Mais:

    México não assina declaração do Grupo de Lima pedindo renúncia de Maduro
    Grupo de Lima não reconhece novo mandato de Nicolás Maduro
    Maduro: novo presidente do Parlamento venezuelano é agente dos EUA
    Maduro rebate críticos e diz que seu novo mandato na Venezuela é legítimo
    Parlamento venezuelano rejeita legitimidade de segundo mandato de Maduro
    Tags:
    intervencionismo, golpe de Estado, manipulação, repúdio, Jorge Arreaza, Nicolás Maduro, Venezuela, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar