10:53 18 Julho 2019
Ouvir Rádio
    O presidente dos EUA, Donald Trump, discursa durante visita às tropas norte-americanas no Iraque.

    Trump: EUA trazem 'lentamente' tropas da Síria e ainda lutam contra o Daesh

    © AP Photo / Andrew Harnik
    Américas
    URL curta
    0 04

    O presidente dos EUA, Donald Trump, defendeu, nesta segunda-feira (31), sua decisão de retirar tropas da Síria, e afirmou que elas já estão lentamente voltando ao solo norte-americano.

    Trump acrescentou que o Exército dos EUA também continua enfrentando o Daesh, grupo terrorista banido na Rússia.

    "A maior parte do ISIS já se foi, estamos lentamente trazendo nossas tropas para casa para que estejam com suas famílias, enquanto ao mesmo tempo lutamos contra os remanescentes do ISIS", disse Trump utilizando sua conta oficial no Twitter.

    ​Os comentários vem em meio a notícias que apontam que Trump decidiu diminuir o ritmo da retirada das tropas da Síria e estaria reconsiderando a medida.

    No domingo (30), o senador Lindsey Graham teve um almoço de trabalho com Trump e disse a repórteres, logo, após, que os planos do presidente de retirar as tropas da Síria estavam "desacelerando de forma inteligente". Graham acrescentou que o presidente permaneceu comprometido em garantir que o Daesh esteja completamente derrotado quando os EUA deixarem a Síria.

    Em outra postagem desta segunda-feira (30) no Twitter, Trump afirmou que sua plataforma de campanha incluiu um pedido para deixar a Síria acrescentando que os "fake news" e "generais fracassados que não foram capazes de fazer o trabalho" estavam agora reclamando de sua estratégia.

    Ele acrescentou que os resultados de suas polícias se provaram "muito melhores" do que jamais havia imaginado.

    Em 19 de dezembro, Trump declarou vitória sobre o Daesh na Síria e disse que iria retirar aproximadamente 2 mil soldados que estavam na Síria.

    Mais:

    Chefe de Gabinete da Casa Branca: 'O que Trump quer não é um muro, mas sim uma barreira'
    Trump revela 'a maior farsa' na história da política norte-americana
    Disputa entre Trump e China assombra ano de 2018 na Ásia
    Como será 2019 para Bolsonaro, Trump e muitos outros líderes? Astros trazem verdade
    Tags:
    Guerra da Síria, Twitter, Daesh, Lindsey Graham, Donald Trump, Rússia, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar