15:14 21 Abril 2019
Ouvir Rádio
    A presidente do Chile, Michelle Bachelet

    Supremo do Chile revoga liberdade condicional de militar que torturou pai de Bachelet

    © AP Photo / Moises Castillo
    Américas
    URL curta
    310

    A Suprema Corte do Chile decidiu nesta sexta-feira (28) retirar o benefício da liberdade condicional concedida ao coronel aposentado Ramon Cáceres. Ele foi condenado por torturar o pai da ex-presidente Michelle Bachelet durante a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

    Em 3 de dezembro, a Corte de Apelações de Santiago tinha concedido liberdade condicional a Cáceres. Por unanimidade, a Suprema Corte revogou essa decisão. 

    Opositor do regime, o General da Força Área Alberto Bachelet foi torturado e morto em 1974.

    Ele é pai da ex-presidente Michele Bachelet, que foi presidente do Chile por dois mandatos (2006-2010 e 2014-2018) e também foi vítima de tortura durante a ditadura militar de Pinochet. Hoje, ela é Alta Comissária para os Direitos Humanos na Organização das Nações Unidas. 

    Mais:

    Acordo de livre comércio Brasil-Chile é de 'última geração', diz professor
    Chanceler do Chile anuncia envio de avião à Venezuela para buscar chilenos
    Acordo entre Brasil e Chile pode significar modernização do Mercosul, diz especialista
    Brasil e Chile concluem acordo de livre comércio bilateral
    Bolívia procura estreitar laços comercias com Peru após perder litoral pro Chile
    Tags:
    Chile
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar