10:34 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Bombardeiro estratégico russo Tu-160.

    Bombardeiros russos Tu-160 preparam-se para deixar Venezuela e voltar à Rússia

    © Sputnik / Aleksei Fedoseev
    Américas
    URL curta
    6215
    Nos siga no

    Os pilotos da Força Aeroespacial russa, cujos aviões atualmente se encontram na Venezuela, começaram os preparativos para voltar às suas bases permanentes na Rússia, informa um comunicado do Ministério da Defesa do país.

    "O comandante em chefe da Força Aeroespacial, coronel-general Sergei Surovikin, definiu a tarefa — organizar os preparativos para o voo com destino aos locais de baseamento permanente e efetuá-lo conforme a decisão determinada", diz o comunicado.

    Mais cedo, o Ministério da Defesa russo divulgou em sua conta oficial no YouTube imagens da cabine de pilotagem dos Tu-60, bem como da vista para o mar do Caribe, captadas a partir dos aviões.

    Em 10 de dezembro, dois bombardeiros estratégicos russos Tu-160, um avião de transporte militar An-124 e um avião Il-62 aterrissaram nos arredores de Caracas. Os aviões russos realizaram exercícios de interoperabilidade com a Força Aérea venezuelana nesta semana.

    O envio de bombardeiros estratégicos Tu-160 de Rússia à Venezuela deu origem a críticas por parte do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que caracterizou esta ação como um desperdício de recursos públicos.

    Ao mesmo tempo, o comandante da Aviação de Longo Alcance, tenente-general Sergei Kobilash, comunicou que os aviões russos chegaram à Venezuela a convite das autoridades do país bolivariano, adicionando que atualmente as forças venezuelanas realizam treinamentos para aprender a operar a aviação estratégica.

    Mais:

    Distância não é obstáculo: analista ressalta importância de envio de Tu-160 à Venezuela
    2 bombardeiros russos Tu-160 visitam a Venezuela (VÍDEO)
    Venezuela tem direito de se defender, diz analista cubano
    Defesa colombiana: país não se deixará provocar pela Venezuela com apoio da Rússia
    Tags:
    avião militar, ordem, bombardeiro estratégico, voo, bases, Tu-160, Força Aeroespacial da Rússia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar