11:18 19 Abril 2019
Ouvir Rádio
    A estrela pornô Stephanie Clifford, conhecida como Stormy Daniels

    Efeito Trump: Stormy Daniels é termo mais procurado em site pornô em 2018

    © AP Photo/ Matt Sayles
    Américas
    URL curta
    131

    Em um ano cheio de reviravoltas em torno do presidente dos EUA, Donald Trump, uma de suas polêmicas tornou-se o termo mais procurado do mundo no site de pornografia mais popular do planeta.

    O site Pornhub divulgou uma lista de gráficos anuais sobre os termos mais acessados do site no ano de 2018 e Stephanie Clifford, nome verdadeiro de Stormy Daniels, lidera a lista. A atriz pornô ficou mundialmente famosa após um escândalo envolvendo ela e o atual presidente dos EUA.

    Em 2016 um ex-advogado de Trump afirmou que o agora presidente dos EUA teria pagado à atriz um valor de US$ 130 mil para que ela mantivesse o silêncio sobre seu suposto envolvimento com o Trump.

    O escândalo alçou a atriz pornô a um estrelato repentino dentro e fora do mundo da pornografia.

    A lista liderada por ela traz também termos relacionados aos video games, como Fortnite.

    Curiosamente, os gráficos ainda mostram que a entrevista da atriz ao programa televisivo 60 minutes, em 25 de março deste ano, resultou em uma queda de 5% nos acessos do site. Na entrevista ela afirmou que foi ameaçada com violência caso falasse sobre o caso.

    Entre os 20 países que lideram os acessos ao site, os EUA aparecem em primeiro lugar com folga, enquando o Brasil aparece em 12º e a Rússia em 19º.

    Mais:

    Atriz pornô Stormy Daniels agora está livre para falar tudo sobre Trump
    Atriz pornô Stormy Daniels processa Trump por causa de 'acordo de silêncio'
    Atriz pornô Stormy Daniels processa advogado de Trump por difamação
    Trump reage à declaração da estrela pornô Stormy Daniels no Twitter
    Tags:
    escândalo sexual, pornografia, Fortnite, PornHub, Stephanie Clifford, Stormy Daniels, Donald Trump, EUA, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar