18:19 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro, presidente da Venezuela

    Maduro insiste no direito da Venezuela de vender ouro

    Juan Barreto/AFP
    Américas
    URL curta
    591

    Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, classificou as sanções norte-americanas contra seu país como “mesquinhas” e destacou que essas medidas não impedirão o comércio de ouro com a Turquia.

    "É muito mesquinho que se pretenda, com uma sanção ilegal, impedir a Venezuela de produzir ouro e vendê-lo ao mundo. A Venezuela não tem direito ao desenvolvimento?", disse o líder venezuelano à Sputnik.

    As declarações foram proferidas durante uma coletiva de imprensa realizada no âmbito da primeira visita oficial do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, à nação caribenha. Também foi destacada a legalidade e a transparência das relações comerciais entre os dois países. 

    Durante as declarações, foi destacada a legalidade e a transparência das relações comerciais entre os dois países.

    "A Venezuela e a Turquia têm relações econômicas soberanas, transparentes e prósperas, e o ouro é um componente dessa relação, continuaremos essa atividade comercial, venderemos ouro, com a transparência e a legalidade de nossos países, ninguém deve se meter nisso", adicionou.

    Maduro detalhou que foram firmados acordos comerciais durante a reunião que ocorreu no Palácio de Miraflores (sede do Governo da Venezuela, localizada em Caracas), onde ministros e empresários de ambas as nações estiveram presentes.

    "Previmos o desenvolvimento de nossa relação até 2025, 2030 e mais, tem a segurança do presidente, estamos comprometidos para que cada uma das coisas que assinamos se torne uma realidade", completou o líder.

    Mais:

    Maduro viaja à Rússia para 'reunião muito importante' com Putin
    Maduro é 'déspota irresponsável', diz secretário de Defesa dos EUA
    Oposição venezuelana pede que Banco da Inglaterra não devolva ouro a Maduro
    Maduro diz que 'Trump persegue os venezuelanos assim como Hitler perseguiu os judeus'
    Tags:
    relações comerciais, sanções econômicas, comercialização, ouro, barras de ouro, Recep Tayyip Erdogan, Nicolás Maduro, Turquia, Caracas, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik