17:49 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Imagem do desaparecido submarino argentino San Juan

    'Nos mentiram na cara': advogada critica atuação das autoridades na descoberta do San Juan

    © AP Photo / Vicente Robles
    Américas
    URL curta
    4210

    Parentes dos 44 tripulantes do submarino San Juan, localizado um ano depois de seu desaparecimento, pediram à juíza de instrução Marta Yáñez para preservar o lugar da descoberta, disse em declarações exclusivas à Sputnik a advogada Sonia Kreischer.

    "Eu quero pedir que eles preservem o lugar", disse ela à Sputnik Mundo.

    A advogada, que representa as famílias queixosas neste caso em tribunal, disse que suas suspeitas se baseiam em que o governo da Argentina e a Marinha já sabiam a localização do San Juan, mas só a revelaram agora.

    "Passaram um monte de testemunhas pela causa, e nos mentiram na cara dizendo que não sabiam", exclamou.

    Desde o desaparecimento do submarino San Juan em 15 de novembro de 2017, "há fotos onde se vê que passaram várias vezes naquele lugar", explica a interlocutora da Sputnik.

    "Eles varreram a área em várias ocasiões", observou Sonia Kreischer.

    Na opinião da advogada, as autoridades não anunciaram a localização do navio, encontrado a 907 metros de profundidade no oceano Atlântico e a 500 quilômetros da costa, "porque não estava em condições".

    Mas agora eles informaram publicamente sua localização "por causa da pressão social, já que eles tiveram tempo para encobrir muitas coisas", concluiu.

    A advogada se encontra no porto de Comodoro Rivadavia, na província de Chubut, que se tornou o centro de operações durante a pesquisa preliminar do barco quando ele desapareceu há um ano.

    A empresa americana Ocean Infinity, responsável pelas buscas, detectou na última quinta-feira (15) um novo sinal a 800 metros de profundidade. O submarino foi encontrado na primeira zona de busca, que já havia sido varrida várias vezes.

    O presidente, Mauricio Macri, decretará luto nacional pela descoberta do submarino ARA San Juan, anunciou o ministro da Defesa, Oscar Aguad.

    O navio era um dos três submarinos com que contava a Marinha da Argentina.

    Mais:

    Marinha da Argentina localiza submarino ARA San Juan
    Submarino argentino que estava desaparecido foi 'implodido'
    Tags:
    submarino, ARA San Juan, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik