09:40 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Trump se reúne com apoiadores na Pensilvânia.

    Às vésperas das eleições legislativas, Trump diz representar 'sonho americano'

    © Sputnik/ Katelyn Oaks
    Américas
    URL curta
    103

    Donald Trump foi a três estados no último dia da campanha republicana para as eleições legislativas dos EUA. O esforço pretende manter o domínio do partido Republicano sobre as duas casas do Congresso dos EUA diante das eleições desta terça-feira (6), cujas pesquisas de intenção de voto apontam uma vitória parcial dos democratas.

    Na segunda-feira (5), a última parada de Donald Trump foi em Cape Girardeau, no estado de Missouri, onde afirmou que "a agenda republicana é o sonho americano".

    Nas eleições legislativas deste ano, o partido democrata espera uma retomada de poder político no Congresso de forma a impedir a agenda republicana, acusada de racismo e deliberada polarização com o intuito de angariar votos, visões ligadas diretamente a Trump.

    Ao longo de quase dois anos de mandato, a administração liderada pelo presidente Donald Trump gozou de poder e liberdade através do controle da Câmara e do Senado. Com uma possível mudança de cenário, no entanto, Trump pode passar a enfrentar um oposição mais poderosa.

    As eleições legislativas deste ano nos EUA decidirão quem ocupará as 435 cadeiras da Câmara dos Representantes e um terço das 100 cadeiras do Senado. Quase todas as pesquisas de intenção de voto apontam que os democratas assumirão o controle da Câmara enquanto os republicanos devem manter o domínio sobre o Senado.

    Porém, o estilo de Trump ainda segue sendo um influenciador que pode surpreender, como admitem boa parte dos institutos de pesquisa, segundo a AFP.

    Donald Trump não é candidato nas urnas, mas se coloca como centro de todas as questões em disputa nas eleições norte-americanas.

    Em um artigo publicado na Fox News na segunda-feira (5), Trump escreveu que os EUA "têm a melhor economia da história" do país e que "a esperança finalmente retornou às cidades e municípios dos Estados Unidos".

    Apesar de demonstrar otimismo ao longo da campanha o presidente dos EUA chegou a admitir que a possibilidade de que a Câmara passe a ter maioria do partido Democrata.

    Diante do possível cenário, Trump afirmou que "só teríamos que trabalhar um pouco diferente".

    Mais:

    Mídia: Trump acusa Arábia Saudita de não saber usar armas americanas no Iêmen
    Indicado por Trump, Kavanaugh não terá tradicional cerimônia após posse na Suprema Corte
    Trump contradiz principal assessor econômico e diz estar próximo de acordo com a China
    Erdogan planeja reunião com Putin e Trump em Paris
    Tags:
    eleições legislativas, eleições de 2018 nos EUA, AFP, Partido Democrata, Partido Republicano, Donald Trump, Missouri, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik