06:21 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    775
    Nos siga no

    O Departamento de Segurança Interna (DHS) solicitou que o Departamento de Defesa (DoD) que enviasse soldados americanos para a fronteira sul do país. O Pentágono, porém, recusou o pedido de Trump alegando que a questão deveria ser tratada por lei estadual ou local.

    O DHS foi encarregado pela Casa Branca de solicitar às forças de reserva do Exército dos EUA que servissem de "controle de multidões e de tráfego" para a equipe da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CPB). O presidente queria se preparar para impedir que o grupo de nacionais centro-americanos consiga acessar o território americano e requerer asilo.

    Embora o Pentágono tenha rejeitado o pedido, o Departamento de Defesa concordou em fornecer vigilância aérea e apoio logístico à CPB, bem como pessoal médico e engenheiros, de acordo com a CNN.

    A demanda por tropas equipadas com armas de fogo foi rejeitada porque, como justificou o Pentágono, soldados da ativa não tinham a autoridade para realizar uma missão dessa natureza sem primeiro receber ordenamento adicional do presidente.

    "Embora o DHS tenha discutido a necessidade de assistência potencial com a proteção da força do pessoal da CBP, chamar essa linha de apoio de 'atividades policiais' seria factualmente impreciso", disse um funcionário anônimo do DHS próximo à situação, citado por uma afiliada da rede ABC.

    As tropas dos EUA em serviço ativo não são autorizadas a participar das leis domésticas, exceto em situações de emergência. Trump tem consistentemente ameaçado enviar soldados para a fronteira com o México, declarando que existe um perigo crescente de imigração em massa. Durante um discurso na quinta-feira na Casa Branca, o presidente aventou a possibilidade de que soldados dispararem contra migrantes que arremessassem pedras contra militares.

    Tags:
    Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos, Departamento de Defesa dos Estados Unidos, ABC, Casa Branca, Exército dos EUA, Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA, Pentágono, Donald Trump, Estados Unidos, América Central, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar