15:50 12 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Refinaria em Teerã, Irã (foto de arquivo)

    EUA permitirão que 8 países continuem importando petróleo iraniano mesmo após sanções

    © AP Photo / Vahid Salemi, File
    Américas
    URL curta
    6010

    Os Estados Unidos concederão permissão especial a oito países que quiserem continuar a importar petróleo iraniano, mesmo com a saída unilateral do acordo nuclear iraniano e o reestabelecimento de sanções a qualquer país disposto a negociar com Teerã.

    As sanções contra o Irã serão reestabelecidas na segunda-feira (5). Pelos termos estabelecido pelos EUA, empresas e países que negociem com Teerã em qualquer nível estariam sujeitos a sanções americanas. Contudo, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin anunciaram hoje que oito países serão excluídos da regra.

    De acordo com os secretários, dos oito, seis países receberam prazo maior para cortar importação a zero, enquanto dois países receberam isenções, pois já cortaram importação de petróleo iraniano. A lista de quem conseguiu a isenção não foi divulgada, mas Pompeo já anunciou que a União Europeia não receberá o benefício.

    Na tarde de ontem, o jornal Economic Times adiantou que a Índia deve ser beneficiada pela "carta branca" dos EUA. O Irã é o segundo maior fornecedor de petróleo para Nova Déli, atrás apenas do Iraque.  Os indianos, porém, também expressaram a prontidão do país em importar mais petróleo dos próprios Estados Unidos se Washington oferecer condições competitivas.

    Tags:
    sanções econômicas, acordo nuclear, petróleo, Departamento de Estado dos EUA, Departamento do Tesouro dos EUA, The Economic Times, Steven Mnuchin, Mike Pompeo, Nova Déli, Washington, Estados Unidos, Iraque, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik