08:58 14 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Migrantes da América Central caminham ao longo da estrada perto da fronteira com a Guatemala, enquanto continuam sua jornada tentando alcançar os EUA.

    Embaixada dos EUA alerta para riscos à segurança para americanos com passagem de migrantes

    © REUTERS / Ueslei Marcelino
    Américas
    URL curta
    330

    "Cidadãos dos EUA e oficiais do governo dos EUA enfrentam um risco maior de crimes e surtos de violência enquanto caravanas de migrantes transitarem pelo país rumo aos Estados Unidos", informou a embaixada norte-americana na Cidade da Guatemala em alerta de viagem emitido nesta quinta-feira.

    "A embaixada está monitorando caravanas em andamento através da Guatemala e continua preocupada com o aumento do risco de bloqueios de viagens, instabilidade política e atividades criminosas", afirmou a embaixada. "Além disso, persistem distúrbios sociais, alguns violentos, nas cidades de Ixquisis e San Mateo Ixtatan, no departamento de Huehuetenango."

    As cidades citadas no aviso da embaixada estão na fronteira Guatemala-México, onde migrantes de duas caravanas forçaram seu caminho para o México durante os confrontos com a polícia mexicana no domingo.

    Na quarta-feira, o presidente dos Donald Trump, disse que 15 mil soldados poderiam ser enviados para a fronteira entre os EUA e o México para impedir que a caravana de migrantes entrasse no país. Se confirmada, a ação envolveria mais militares que o total de soldados dos EUA estão atualmente no Afeganistão.

    Tags:
    Embaixada dos EUA na Guatemala, Donald Trump, Huehuetenango, Ixquisis, San Mateo Ixtatan, Guatemala, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik