23:01 09 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Caça F-35 sendo reabastecido na Base Aérea de Eglin, na Flórida

    Pentágono suspende operações de todos caças F-35 após acidente

    Samuel King Jr./ for U.S. Air Force
    Américas
    URL curta
    13225

    O Pentágono suspendeu temporariamente as operações do F-35 após seu primeiro acidente.

    As operações foram suspensas para realizar inspeções nos sistemas de combustível da aeronave, já que há a suspeita de que o problema tenha ocorrido justamente nos tanques instalados. Com esta suspensão, os tanques serão removidos e substituídos, segundo o portal Military Times.

    "Está previsto que a verificação dos sistemas seja concluída dentro de 24 ou 48 horas", afirma o Pentágono.

    A decisão foi tomada após o acidente que envolveu um F-35B do Corpo de Fuzileiros dos EUA no dia 28 de setembro nas proximidades de Beaufort, na Carolina do Sul. Foi ressaltado que o piloto se ejetou em segurança.

    Mais de 320 caças F-35 estão operando em aproximadamente 15 bases em todo o mundo. Além disso, o caça já se tornou no mais caro da história da produção de armamentos militares.

    Para um caça com tanta tecnologia e de elevado custo, ele vem ganhando fama perante a mídia devido aos seus problemas técnicos e missões inúteis, as quais servem apenas para gastar dinheiro dos contribuintes, além de ser um projeto vulnerável a ataques, precisando de apoio para enfrentar o inimigo, conforme opinião da mídia.

    Mais:

    Israel diz que S-300 não representam ameaça para F-35, os 'melhores caças furtivos'
    Qual é o fundamento de críticas cada vez mais duras ao caça F-35?
    EUA atualizam caças F-35, demonstrando insegurança diante dos S-300 na Síria, diz mídia
    Tags:
    operações, suspensão, acidente aéreo, avião de ataque, avião de assalto, F-35, Carolina do Sul, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik