04:31 02 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    324
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse durante seu discurso em um instituto de segurança judaico que, se Ancara libertasse o pastor Andrew Brunson em sua próxima audiência, no dia 12 de outubro, este seria um passo importante para melhorar as relações com a Turquia.

    Brunson deve comparecer a um tribunal turco, no dia 12 de outubro, para responder às acusações de ter participado do golpe de Estado no país em 2016.

    No início deste mês, o advogado de Brunson apelou para o Tribunal Constitucional da Turquia para exigir que seu cliente fosse libertado da prisão domiciliar.

    "É um passo importante", disse Pompeo quando perguntado sobre como a eventual libertação de Brunson afetaria as relações entre os Estados Unidos e a Turquia.

    Pompeo disse estar esperançoso de que Brunson e sua esposa possam voltar em breve para os Estados Unidos.

    Mais:

    Trump diz que não vai ceder à Turquia sobre caso do pastor Brunson
    EUA ameaça Turquia com novas sanções se pastor norte-americano não for libertado
    EUA deram prazo para Turquia soltar pastor americano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar