17:40 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro anuncia congelamento de contas de várias empresas do Panamá

    'Temos tempo para reagir ao nascimento do fascismo na América Latina', diz Maduro

    Ariana Cubillas/AP
    Américas
    URL curta
    362534

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, disse nesta segunda-feira (8) que a América Latina ainda pode reagir ao ressurgimento do fascismo no continente e que seu país deve continuar a ser uma fortaleza contra essa ideologia.

    "Temos tempo para reagir ao nascimento do fascismo na América Latina. A Venezuela precisa ser defendida como uma das fortalezas antifascistas que resistiram ao fascismo e vence a intolerância dessa ideologia", disse Maduro um dia após o ultradireitista brasileiro Jair Bolsonaro obter 46% dos votos no primeiro turno da eleição presidencial.

    Bolsonaro disputará a presidência no dia 28 deste mês no segundo turno contra o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, herdeiro do ex-presidente Lula. Haddad recebeu 29,2% dos votos. 

    A direita assumiu governos na América Latina nos últimos anos, após anos tumultuados da esquerda no Executivo. Argentina, com Mauricio Macri, e Chile, com Sebastián Piñera, são exemplos dessa mudança. 

    Mais:

    Maduro sobre presidente colombiano: é um diabo com cara de anjinho
    Todo o petróleo venezuelano deve ser vendido em petro, avisa Maduro
    Na ONU, Maduro acusa EUA de perseguição, mas se diz aberto ao diálogo
    México nega participação em atentado contra Maduro
    Tags:
    Nicolás Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik