16:17 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Haitianos protestam para exigir à MINUSTAH (Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti) que pague pelo surto de cólera no Haiti em 2010 durante uma manifestação em Port-au-Prince, Haiti. Foto tirada em 15 de fevereiro de 2017.

    Terremoto deixa ao menos 10 mortos no Haiti

    © REUTERS / Andres Martinez Casares
    Américas
    URL curta
    1 0 0

    Um terremoto de magnitude 5,9 matou pelo menos 10 pessoas no Haiti neste sábado (6), disseram as autoridades, depois que o tremor derrubou edifícios no norte do empobrecido país caribenho.

    O chefe da polícia da região noroeste, Jackson Hilaire, disse que sete pessoas morreram em Port-de-Paix, cidade do norte próxima ao epicentro, enquanto o ministro do Interior, Reynaldo Brunet, disse que três pessoas morreram no sul da cidade de Gros-Morne.

    O epicentro foi registrado a 20 km de Port-de-Paix e 175 km de Porto Príncipe, a capital do país. O tremor ocorreu às 20h11 do horário local e a 15,3 km de profundidade, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

    O presidente Jovenel Moise foi ao Twitter para pedir aos haitianos que "permanecessem calmos" e disse que as autoridades locais e regionais estavam ajudando os necessitados.

    "Os feridos estão sendo tratados nos hospitais da área", disse a agência de proteção civil do Haiti.

    Imagens de casas danificadas e prédios parcialmente destruídos estavam circulando nas redes sociais, mas a AFP não conseguiu confirmar sua autenticidade.

    Mais:

    Estudo: Zika chegou ao Brasil proveniente do Haiti
    Após protestos por acordo com FMI, ONU pede o fim da violência no Haiti
    Após 7 anos, ONG publica relatório sobre escândalo sexual de seus funcionários no Haiti
    Presidente do Haiti diz que caso de escândalo sexual envolvendo ONG é a 'ponta do iceberg'
    Tags:
    Haiti
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik