23:38 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Rod J. Rosenstein (arquivo)

    NY Times: Vice-procurador-geral queria gravar secretamente sua reunião com Trump

    © AP Photo / Patrick Semansky
    Américas
    URL curta
    0 13

    A imprensa de Washington repercute uma reportagem do The New York Times alegando Rod Rosenstein, do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, considerava secretamente registrar sua reunião com o presidente.

    Rosenstein, o vice-procurador-geral dos EUA, "sugeriu no ano passado que secretamente se gravasse o presidente Trump na Casa Branca para expor o caos que consumia o governo", informou o The New York Times nestaa sexta-feira.

    Rosenstein supostamente fez a sugestão ao ex-diretor em exercício do FBI, Andrew McCabe, que então escreveu em um memorando sobre o assunto. Um funcionário confirmou ao Departamento de Justiça que Rosenstein de fato fez a observação, mas de forma sarcástica. O ex-procurador do distrito sul de Nova Iorque Preet Bharara comentou as alegações no Twitter. "Eu conheço Rod há muito tempo, ele é um cara sarcástico e piadas sobre gravar pessoas são tão comuns com procuradores quanto piadas sobre knock-knock na escola primária".

    Comntando a reportagem, o vice-procurador-geral disse ao jornal que a história era "imprecisa e factualmente incorreta".

    O filho do presidente, Donald Trump Jr, não demorou a usar a notícia como evidência de conspiradores do que chama de "Estado profundo" fazendo "qualquer coisa ao seu alcance para minar" o governo do pai.

    "Chocado!!! Absolutamente chocado!!! Ohhh, quem estamos enganando aqui? Ninguém está chocado que esses caras fariam qualquer coisa em seu poder para minar @realdonaldtrump. Rosenstein sugeriu que se registrasse secretamente Trump e discutiu a 25ª emenda [que trata da substituição do presidente pelo seu vice em caso de comprovada incapacidade]", escreveu.

    Tags:
    Departamento de Justiça dos Estados Unidos, The New York Times, Casa Branca, Andrew McCabe, Rod Rosenstein, Donald Trump Jr, Donald Trump, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik