05:59 15 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Submarino argentino ARA San Juan

    Objeto de 55 metros não identificado foi encontrado durante buscas do ARA San Juan

    © AP Photo / Marinha da Argentina
    Américas
    URL curta
    2140

    A empresa norte-americana de exploração marítima Ocean Infinity, encarregada de realizar a operação de busca do submarino argentino desaparecido ARA San Juan, informou sobre a descoberta de um objeto de 55 metros de comprimento.

    Segundo o canal argentino Todo Noticias, o objeto está sendo analisado para determinar se se trata do submarino desaparecido em 15 de novembro de 2017 com 44 tripulantes a bordo.

    Com a ajuda do veículo autônomo submarino (AUV, na sigla em inglês) foram obtidas imagens do objeto, até agora não identificado. Caso o material fotográfico seja suficiente, será enviado para a zona um veículo operado à distância (ROV, sigla em inglês) para verificar com precisão do que se trata. 

    Os familiares dos desaparecidos se mostraram cautelosos em relação à descoberta, porque pode tratar-se simplesmente de uma "formação geológica", informou o canal argentino.

    A operação começou na semana passada e está a cargo do navio norueguês Seabed Construtor, um dos melhores e mais avançados navios civis de buscas no mundo. Anteriormente, a missão informou sobre a descoberta de um barco a 300 metros de profundidade, mas excluiu a possibilidade de se tratar do ARA San Juan.

    O Seabed Construtor conta com um laboratório de informática de última geração, dois tipos de ROV, guindastes, um heliporto e lanchas rápidas, para além de um AUV, capaz de operar a uma profundidade de até 6.000 metros  e com uma velocidade de exploração de 1.200 quilômetros por dia.

    Prevê-se que a missão dure cerca de 120 dias. De acordo com a Marinha Argentina, estima-se que, em dez dias, a embarcação irá varrer uma área de 3.200 quilômetros quadrados, correspondente a três áreas definidas. Por enquanto, o navio se encontra na primeira zona, efetuando o rastreamento exaustivo e análise dos objetos detectados.

    O submersível argentino ARA San Juan, com 44 tripulantes a bordo, parou de emitir sinais de comunicação em 15 de novembro de 2017, durante uma patrulha de rotina no Atlântico Sul, perto da costa da Argentina. Na sequência do desaparecimento, foi lançada uma grande operação internacional de busca e resgate envolvendo embarcações e equipamentos de diferentes países. Em 30 de novembro, a Marinha da Argentina anunciou o encerramento das suas atividades de resgate, mas destacou que os trabalhos para localizar o submarino iriam continuar.

    Mais:

    Serviços secretos norte-americanos revelam como foi explosão do submarino San Juan
    Nas buscas de San Juan foi encontrado navio naufragado
    Tags:
    buscas, submarino, ARA San Juan, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik