04:44 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    O presidente Donald Trump fala durante um jantar para líderes evangélicos na Sala de Jantar do Estado da Casa Branca.

    Ninguém vai enganar os EUA, diz Trump sobre comércio e tarifas contra a China

    © AP Photo / Alex Brandon
    Américas
    URL curta
    11312

    O presidente Donald Trump disse neste domingo que ninguém pode continuar a "enganar" os Estados Unidos em questões comerciais.

    "Se os EUA venderem um carro na China, haverá um imposto de 25%, se a China vender um carro nos EUA, o imposto de 2%. Alguém acha que é justo? Os dias em que outras nações fraudam os Estados Unidos já se foram!", Trump disse em sua conta no Twitter.

    Em um tweet anterior, o presidente disse que a montadora Ford desistiu de vender no mercado norte-americano um pequeno veículo fabricado na China antes da perspectiva de tarifas mais altas.

    "É apenas o começo, este carro pode agora ser fabricado nos EUA e a Ford não pagará as tarifas!", salientou Trump.

    Em 23 de agosto, os EUA estenderam a tarifa de 25% para os produtos chineses por US$ 16 bilhões.

    O aumento da tarifa, para o qual o gigante asiático respondeu simetricamente, já aplicado a partir de 6 de julho para mercadorias no valor de US$ 34 milhões.

    Ao mesmo tempo, o Escritório do Representante de Comércio dos EUA está revisando uma lista de importações chinesas por US$ 200 bilhões, que seriam taxados em 10%.

    Trump chegou a ameaçar em julho a taxação de mercadorias chinesas por US$ 500 bilhões, praticamente tudo o que os EUA importam da China.

    Na sexta-feira, Trump disse que seu governo está preparado para impor tarifas adicionais de US$ 267 bilhões em produtos importados da China e pode optar por fazê-lo no futuro próximo.

    Mais:

    Trump sugere que Apple fabrique nos EUA para evitar novas tarifas impostas à China
    O que relatório do Pentágono realmente revela sobre poder militar da China?
    Analistas: EUA usam ambições britânicas no jogo contra Pequim no mar do sul da China
    Tags:
    taxas, relações bilaterais, economia, comércio, Ford, Donald Trump, China, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik