22:20 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O então candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump, durante uma coletiva de imprensa na Trump Tower, em Nova York (arquivo)

    Trump acusa Google de 'suprimir vozes de conservadores'

    © AP Photo / Richard Drew
    Américas
    URL curta
    0 31

    Em publicação no Twitter na manhã desta terça-feira (28), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou o Google de "fake news".

    "Os resultados de pesquisa do Google para "Trump News" mostram apenas a visualização/ emissão de relatórios de novas mídias falsas. Em outras palavras, eles têm manipulam para mim e para os outros, de modo que quase todas as histórias e notícias são ruins. A falsa CNN é proeminente. A mídia republicana/ conservadora e justa é excluída. Ilegal? 96% dos resultados de “Trump News” são da mídia de esquerda nacional, muito perigoso. Google e outros estão suprimindo vozes de conservadores e escondendo informações e notícias que são boas. Eles estão controlando o que podemos e não podemos ver. Esta é uma situação muito séria, será abordada!", disse Trump.

    Esta não é a primeira vez que o mandatário da Casa Branca critica as companhias do Vale do Silício. Em julho, Trump acusou o Twitter de fazer "censura velada" contra candidatos republicanos em ano de eleição. 

    Já a imprensa é alvo ainda mais frequente do presidente. Talvez o maior alvo das críticas seja a emissora CNN. 

    Até o momento, o Google não comentou as declarações de Trump. 

    Mais:

    Google nos vigia e não está nem aí para reclamações
    Google admite monitorar usuários mesmo com serviços de localização desligados
    'Se você usa serviços do Google, está sendo espionado'
    Google é desmascarado por estar vigiando internautas sem parar
    Será que Google descobriu por acaso base militar secreta no deserto de Gobi? (VÍDEO)
    Tags:
    Donald Trump, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik