07:30 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Estatua confederada derrubada na Universidade da Carolina do Norte, em 20 de agosto de 2018.

    7 pessoas são presas em protesto por estatua confederada nos EUA

    © AP Photo / Gerry Broome
    Américas
    URL curta
    301

    Sete pessoas foram presas neste sábado (25) em um protesto pela volta de uma estátua confederada na Universidade da Carolina do Norte. O monumento foi derrubado por outra manifestação na segunda-feira.

    Cerca de uma dúzia de pessoas carregando bandeiras confederadas foram recebidas por dezenas de manifestantes que não querem que o memorial conhecido como "Silent Sam" retorne ao campus em Chapel Hill.

    Imagens de televisão e vídeos postados nas redes sociais mostraram vários socos e pelo menos um homem algemado depois que ele tentou queimar uma bandeira confederada tirada das mãos de outro manifestante.

    Nenhuma das sete pessoas presas era afiliada à escola, disse a chanceler Carol Folt.

    A estátua que motivou a disputa foi erguida em 1913 e está temporariamente armazenada. Ela faz uma homenagem aos Estados Confederados — que lutaram pela manutenção da escravidão durante a Guerra Civil dos EUA. 

    A Universidade da Carolina do Norte afirmou que o monumento foi alvo de 35 manifestações nos últimos anos e que seu destino ainda não foi decidido.

    Mais:

    Trump está 'farto' da política econômica chinesa
    Como tweet de Trump pode prejudicar economia da África do Sul?
    Trump antecipa grande acordo comercial com México
    Congressistas americanos pedem a Trump que aplique sanções a autoridades nicaraguenses
    Senadores pedem a liberação de transcrições de encontro entre Putin e Trump
    Revolta popular à vista? Advogado de Trump prevê futuro dos EUA em caso de impeachment
    Tags:
    Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik