21:57 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Microsoft

    Microsoft inicia patrocínio a extensão do navegador de que identifica 'fake news'

    CC0
    Américas
    URL curta
    0 02

    Uma extensão de navegador desenvolvida pela NewsGuard Technologies permite aos usuários avaliar a precisão de notícias online e está disponível gratuitamente a partir de hoje. O trabalho é possível graças a um acordo de patrocínio anunciado pelo vice-presidente de Segurança e Confiança do Cliente da Microsoft, Tom Burt.

    "Estamos orgulhosos de patrocinar a nova extensão de navegador do NewsGuard, que pode ser baixada gratuitamente", disse Burt em um post no blog. "Melhorar a alfabetização e a transparência da mídia digital será uma ferramenta poderosa para reduzir o impacto das campanhas de desinformação".

    A publicação observou que o poder e o anonimato da tecnologia da informação e das redes sociais criaram uma ameaça assimétrica que os adversários estrangeiros estão usando para corromper os processos democráticos.

    A NewsGuard emprega analistas para revisar sites de notícias on-line, criando um Índice de Confiabilidade Vermelho/Verde com base em nove critérios de integridade jornalística, explicou o release.

    O sistema não impede o acesso a qualquer conteúdo de notícias, o que entraria em conflito com os princípios da liberdade de expressão, mas dá aos leitores informações adicionais sobre a origem e a confiabilidade do conteúdo que eles leem e / ou compartilham.

    A extensão está disponível para Google Chrome e Microsoft Edge (a nova versão do Internet Explorer, nativa em computadores Windows 10) e, por enquanto, rankeia com mais precisão sites em inglês. A Microsoft ainda não confirmou a expansão do projeto para outros países.

    Mais:

    Facebook bloqueia rede de fake news ligada ao MBL
    TSE e dez partidos assinam compromisso contra fake news
    Kremlin: Maioria das 'fake news' sobre incêndio na Rússia vieram da Ucrânia e Turquia
    'Muito Fake News', Donald Trump explica por que usa tanto o Twitter
    Tags:
    fake news, Microsoft Edge, Google Chrome, NewsGuard, Microsoft, Tom Burt, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik