14:56 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O candidato republicano à presidência norte-americana, Donald Trump, toma parte de um evento no âmbito da sua campanha, em 20 de agosto de 2016, na Virgínia

    'As nuvens se adensam': será que EUA enfrentam impeachment do presidente?

    © AFP 2018 / MOLLY RILEY
    Américas
    URL curta
    1785

    O presidente dos EUA Donald Trump declarou que seu "único erro” foi ter ganho as eleições presidenciais de 2016, nas quais se esperava que a candidata democrata Hillary Clinton ganhasse.

    "A única coisa que fiz de errado foi ter ganho as eleições, nas quais se esperava a vitória da corrupta Hillary Clinton e dos democratas. O problema é que eles se esqueceram de fazer campanha em vários estados", escreveu Trump na sua página do Twitter.

    Desde 2016 que nos EUA está sendo investigada a suposta intervenção russa nas eleições presidenciais norte-americanas daquele ano.

    Em particular, a investigação procura comprovar a teoria de que o candidato republicano Donald Trump manteve contatos secretos com o Kremlin durante a campanha eleitoral e que Moscou procurou de qualquer maneira influir nos resultados através de ciberataques.

    As autoridades russas negam qualquer intervenção nas eleições. O Kremlin reitera que as acusações são absurdas e que visam afastar a atenção dos cidadãos dos assuntos domésticos dos EUA.

    Agora, nos EUA a atenção da opinião pública está focada na investigação dos erros de Trump cometidos durante a campanha eleitoral. Em particular, o ex-advogado de Trump, Michael Cohen, disse sob juramento durante o processo judicial que fez pagamentos a duas mulheres para silenciá-las sobre casos amorosos com o candidato republicano. O presidente procura se distanciar das acusações e disse que na altura não sabia sobre tais pagamentos.

    O diretor do Instituto de Pesquisa de Sociologia Política, Vyacheslav Smirnov, avança uma possível razão por que o presidente dos EUA fez a declaração sobre o "erro".

    "As elites americanas não aceitam Trump e nos últimos tempos na mídia muito se tem falado sobre um possível impeachment. Ele é uma pessoa bem expressiva e sincera, e no Twitter ele frequentemente fala o que pensa. Sim, na verdade, ele próprio não esperava ter ganho as eleições, ele fez uma campanha de negócios correta, mas todos os analistas chegaram à conclusão de que lhe faltariam alguns pontos percentuais para ganhar. Mas, por causa do trabalho ruim dos democratas, ele (inesperadamente para si próprio) ganhou, mas isso não reconciliou as elites com ele, o que ele constata agora. As nuvens se adensam, está bastante difícil, a América pode vir a ter em breve eleições intercalares", disse o analista russo.

    Mais:

    Trump quer nova ordem mundial para barrar ações russas 'nefastas', diz ministro britânico
    Trump admite que sabia de pagamentos para silenciar ex-amantes durante a campanha
    Projeto nos EUA quer tornar guerra não autorizada pelo Congresso motivo para impeachment
    Maioria dos norte-americanos desaprova forma como Trump lida com a Rússia
    Tags:
    vitória, erro, intervenção, ciberataque, eleições 2016, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik